Erasmus+ KA2 ICT in Active Learning & Teaching – 2.º evento de ensino, formação e aprendizagem

Escola: 

Ano Letivo: 

Decorreu, entre 10 e 16 de setembro, em Oudernaard, na Bélgica, o segundo evento de ensino, formação e aprendizagem do projeto Erasmus+, ação chave 2, ICT & ALT – Inspiring, Challenging, Terrific, no qual participaram professores de todas as escolas parceiras (Bélgica, Holanda, Itália, Letónia, Polónia, Portugal e Turquia).

 

Bernarduscollege é uma escola católica pertencente ao grupo Berdadusscholen, contando com aproximadamente 1500 alunos e 150 professores. Independentemente da sua crença religiosa, qualquer aluno pode frequentar a escola, desde que respeite os valores que a orientam. Há um projeto de internacionalização no qual a direção aposta, por esse motivo existe uma  equipa que coordena os projetos internacionais.

O encontro começou com uma visita à escola e uma apresentação por parte do diretor do sistema educativo belga e flamengo. Ao longo do resto do dia, foram apresentadas algumas ferramentas e o seu uso educativo, e foi dada formação sobre o Twinspace, como ferramenta a privilegiar no projeto, sobre trabalho colaborativo e avaliação. Ao longo do resto da semana, decorreram vários tipos de atividades, como a apresentação do trabalho realizado durante o primeiro ano do projeto, e observação de aulas de diferentes disciplinas, o que permitiu observar o uso de ferramentas digitais como o Google Classroom, Plickers e Socrative.

No segundo dia do evento, foram organizados grupos que, no dia seguinte, prepararam, de forma colaborativa, uma aula para trabalhar os objetivos de desenvolvimento sustentável, enquadrados no projeto A maior lição do mundo. A lecionação destas aulas aos alunos belgas pelos grupos mistos decorreu no quarto dia, seguida de uma avaliação e discussão sobre os resultados.

A par da formação, decorreram atividades culturais, destacando-se as visitas a diversos pontos da região, como os cemitérios da Primeira Guerra Mundial de Tyne Cot e Langemark, o museu de Ieper e o museu Mou em Oudenaard. A visita a Gent permitiu descobrir a beleza e história da capital da Flandres. A visita a Bruxelas possibilitou conhecer o museu do Parlamento Europeu e apreciar a arte de René Magritte, artista surrealista belga. Estas atividades permitiram um conhecimento mais aprofundado da história, cultura e sociedade de um país do qual, muitas vezes, apenas se conhecem estereótipos.

Finalmente,  o evento permitiu ainda uma partilha de boas práticas, uma discussão de ideias e um conhecimento mais aprofundado de outras realidades. Os participantes foram acompanhados de forma excecional pela equipa belga, salientando-se a sua presença constante em todas as atividades e a sua constante preocupação pelo bem estar dos grupos.

Para mais informações consultar https://twinspace.etwinning.net/24121/home