Comportamentos de risco associados à sexualidade

Escola: 

Período: 

Ano Letivo: 

           No passado dia 21 de abril, tivemos o prazer de receber na escola sede do agrupamento uma equipa de médicos psiquiatras da ULSAM, que se deslocaram aqui para debater com os alunos do ensino profissional do 10º e 11º anos os comportamentos de risco associados à sexualidade, nomeadamente, aqueles comportamentos que se enquadram num contexto de violência.

            Esta atividade insere-se no PAA no âmbito do PES, e tem como objetivos principais fazer a prevenção primária da violência no namoro e fomentar a saúde e a aquisição de conhecimentos para comportamentos conducentes a uma sexualidade saudável e responsável.

            A sessão decorreu no formato de debate, orientada pelo Dr. Eduardo e pelo Dr. Patrick, que começaram pela exibição de um pequeno vídeo a partir do qual lançaram a questão “Será justificável em alguma situação recorrer à violência no contexto de um relacionamento?”

            Os alunos imediatamente deram a sua opinião, havendo aqueles (poucos) que defendiam que sim, dependendo das circunstâncias, e em situações muito extremadas, é legítimo recorrer à violência, e aqueles (a maioria) que defendiam que não, devendo ser encontradas outras soluções para resolver os problemas.

            Este foi o ponto de partida para um debate, intercalado pela apresentação de vídeos, no qual foram abordadas as várias vertentes da violência (física, psicológica e social), a influência do consumo de álcool nos comportamentos violentos e o papel do agressor e da vítima.

            No final, todos, incluindo aqueles intervenientes que se declararam “pró-violência”, concordaram que em qualquer tipo de relação é necessário privilegiar o respeito mútuo e o diálogo em detrimento da violência.

             Agradecemos à equipa de psiquiatras da ULSAM, que se deslocou voluntariamente à escola para esta ação, à Enfª. Sandra Neiva e à Enfª. Cristina Pereira, que possibilitaram a interlocução entre a escola e a todos os professores que cederam o seu tempo e as suas aulas (nesta altura tão preciosos) para acompanhar os respetivos alunos.

            Por último, saudamos a participação dos alunos, que, ao longo de 90 minutos, contribuíram de uma forma madura, respeitadora e assertiva para um bom debate.

            Resta-nos esperar que a mensagem seja recebida e bem compreendida por todos.

 

A equipa PES